Localização e informações | Pergunte ao doutor | Recomendar

A fitoterapia

Os suplementos de fitoterapia são frequentemente conjugados com os tratamentos de acupuntura, sobretudo os suplementos de fitoterapia tradicional chinesa uma vez que a sua  formulação tem por base os mesmos fundamentos da acupuntura tradicional. Assim, por exemplo, temos fórmulas para equilibrar o Qi, para tonificar o Yin, clarificar o calor, eleminar o frio/humidade, dispersar acumulações, mover o sangue, acalmar o espírito, etc, são fórmulas que "assentam" sobre o diagnóstico energético característico da medicina tradicional chinesa e usam a "mesma linguagem". São também utilizadas substâncias simples que obedecem aos mesmos critérios.
Estas fórmulas são estruturadas por forma a criar um equilíbrio entre as diversas características dos seus componentes o que as torna muito efetivas e muito seguras podendo ser utilizadas como complemento do tratamento de acupuntura, aumentado a sua eficácia e diminuindo a sua duração, ou podem ser utilizadas em tratamentos exclusivamente à base destas fórmulas em situações em que não é possível ou necessário o recurso à acupuntura.
As fórmulas utilizadas na Europa são compostas quase exclusivamente à base de plantas e cogumelos medicinais e são produzidas segundo as normas em vigor na UE.
As substâncias que compõem uma fórmula clássica são classificadas segundo um conjunto de critérios complexos cuja pormenorização não cabe nesta apresentação.
A composição das fórmulas tradicionais, algumas com milhares de anos, obedece a um critério hierárquico muito curioso que lhes confere  equilíbrio, eficácia e segurança:

- Imperador - Ingrediente principal e o mais específico para o sintoma predominante.

- Ministro(s) - Reforça a acção do ingrediente principal, actuando sobre o sintoma principal e agindo também sobre outros sintomas.

- Assistente(s) - Actua em sinergia e  modera a intensidade do efeito do imperador e do ministro, trata directamente outros sintomas, elimina ou reduz a eventual toxicidade dos ingredientes principais.

- Embaixador - Direcciona a acção da fórmula para o meridiano/órgão afectado.